sexta-feira, 26 de março de 2010

Flordelis – minha homenagem ao amor mais lindo: o de mãe

            "Flordelis - tribute to the most beautiful love: the mother’s love."
Flordelis dos Santos de Souza
            Esta moça nos faz repensar nosso papel na sociedade: O que nos recomenda as grandes religiões do mundo? Que amparássemos as viúvas e os órfãos. Pois é exatamente o que esta moça fez ao criar 50 filhos, sendo apenas 4 deles naturais.

            "This girl makes us rethink our role in society: What do you recommend the great religions of the world? To support widows and orphans. This is exactly what this girl did to create 50 children, only 4 of them being natural."

              Sei lá... nasceu diferente... com uma semente do bem? Ou foi no estalo mesmo? Já não importa.

            "I don’t know ... she was born differently than others... with a seed of goodness? Or did It happen suddently? It doesn’t matter anymore."

            Os primeiros 5 que ela acolheu estavam entre drogados na favela em que vivia. Ela os convenceu a abandonar esta vida... e eles aceitaram! E mais: ela viu que deu certo, e desde então recebeu os demais, dentre eles um que seria fuzilado pelos traficantes.

            "The first 5 that she hosted were among drug addicts in the slum where she lived. She convinced them to leave this life ... and they accepted! And more: she saw that it worked, and since then received others, among them one that would be shot by traffickers."

             Como ela conseguiu o respeito a ponto de transformar estes jovens? Parece simples quando digo que ela fazia o que uma mãe faria pelos seus próprios filhos... mas ela não era mãe deles, mas visitava-os na cadeia (sem conhecê-los), recusava seus dinheiros provenientes do crime, saia em meio a tiroteio para salvá-los enquanto as “verdadeiras” mães se escondiam... o resultado? Ganhou-lhes o respeito – e a alma!

            "How did she get the respect at the point that it transform these people? Sounds simple when I say that she did what a mother would do for their own children ... but she wasn’t their mother, but visited them in jail (without knowing them), refused their money belong to the crime, get out in the midst of gunfire to save them while "real" mothers hid ... result? Won their respect - and the soul!"

             37 crianças chegaram de uma só vez, sobreviventes do famoso “Massacre da Candelária”, no Rio de Janeiro. Foi quando recebeu a ajuda de Betinho para alimentá-las – e da comunidade também (interessante como as pessoas humildes se ajudam!). O que pensou Flordelis quando as acolheu? Que não poderia fechar a única porta de saída que eles tinham na hora do perigo.

            "37 children arrived at the same time, survivors of the famous "Candelaria massacre" in Rio de Janeiro. It was when she received the help from Betinho to feed them - and the community as well (how interesting how poor  people help themselves!). What did Flordelis think when she welcomed them? “I couldn’t close the only way out that they had at that time to run away from the danger.”"

            O mais bizarro foi sua fuga da favela do Jacarezinho com as crianças. Mas sabem de quem? Da “justiça”. Ora, ela não tinha a guarda das crianças. Foi acolhida por outra comunidade, e foi classificada como seqüestradora, quando na verdade ela estava apenas sendo MÃE!

            "The most bizarre was her escape from the “Jacarezinho” slum with her children. But do you know from who? From the "Justice". However, she did not have custody of the children. They were hosted by another community, and she was classified as kidnapper, when in fact she was just being MOTHER!"


            Mas a providência não falha: o juiz foi trocado, e o novo juiz, Ciro Darlan, lhe ouviu e passou a lhe ensinar como proceder dentro da lei para mantê-las junto dela – e aí nasceu a Associação Lar-família Flordelis. Ainda assim, depois de 3 anos largou o abrigo para se dedicar aos filhos.

            "But providence doesn’tt fail: the judge was replaced, and the new judge, Ciro Darlan, heard her and started to teach her how to proceed within the law to keep them close to her – and so there was born the Association Home-family Flordelis. Still, after 3 years she left her shelter to devote to her children."

            Continua com a guarda de todos, mas ainda luta na justiça para obter a adoção definitiva. Perguntaram a Flordelis se ela considera ser mãe sua profissão. “Deus me colocou no mundo para ser mãe de filhos que infelizmente algumas mães geraram e abandonaram.” Esta é sua resposta.

            "She continues with the care of all them, but still fighting in court for final adoption. Flordelis was asked if she considers motherhood her career. "God sent me to  the world to be the mother of children that unfortunately was born from some mothers and then was abandoned." This is her answer."
            Taken from the following site:

Neste site poderá vê-los um a um (on this site u can see all them, one by one).

8 comentários:

  1. Great article! XO

    There are mothers who throw their kids in the garbage...and other who wish to have one, but.. Mother is that one who growing child and takes care of him, not one that only gives life.

    Good for her! A real woman!

    Excelente artigo! Xo

    Há Mães que jogam filhos no lixo ... e outros que desejam ter um, mas .. Mãe é aquela criança aquele que leva a crescer e que dele, note que apenas um dá a vida.

    Bom para ela! Uma mulher de verdade!:P :)

    ResponderExcluir
  2. Multumesc ... Ştiu că există alte mame ca Flordelis în Brazilia şi în lume ... Dacă ştiţi mai multe Voi posta din nou aici.

    ResponderExcluir
  3. amor que não cabe em classificações, rotulações. É simplesmente amor, sem fronteiras, sem pré-requisitos. Livre, não se submete às leis dos homens, porque conhece a providência. Absolutamente lindo! Haroldo

    ResponderExcluir
  4. Deus vos abençoe e vos proteja de todos os males conhecidos e desconhecidos.

    Se a celebração sagrada da ressurreição ortodoxa:) Eu tenho os 4 mistérios divinos: amor confiança, luz, esperança.

    Beijos para você e seus entes queridos sabem.

    XO

    ResponderExcluir
  5. História linda, que Deus sempre abençoe e proteja esta pessoa...

    ResponderExcluir
  6. Obrigado por postar, Antonio.
    ... Que Deus nos envie mais pessoas como ela!!!

    ResponderExcluir
  7. Amor de mãe é uma das coisas mais nobres e mais lindas de viver,
    Acoisa mais linda é quandOo ela dis filhoOo eu te AmoOoo...
    Os gestOs melhores é quandOoo ela, mim dár um sorrisOo ou quandOo ela manda um um beijOo ou abraço

    Amor lindOo é o amor da minha mãe
    assina: suzana de brejinhO-pe

    ResponderExcluir
  8. Meu abraço a esta turminha maravilhosa aí de PE. Que Deus abençoe as super mães pelo mundo afora!

    ResponderExcluir