segunda-feira, 30 de abril de 2012

Será que estamos progredindo? Are we making progress?

Sempre que ouço falar que a humanidade evolui, me pego pensando se de fato estamos melhores do que no passado.

Whenever I hear that humanity evolves, I find myself wondering if in fact we are better than in the past.
Então encontrei uma citação que me ajudou a formar opinião:

Then I found a quote that helped me form an opinion: 
"A humanidade progride. Hoje somente queimam meus livros; séculos atrás teriam queimado a mim"
"Mankind progresses. Today only burn my books; centuries ago would have burned me"

Sigmund Freud

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Strike de Freirinhas - strike of nuns

   As freiras de um convento da cidade de Paraisópolis, MG, subiam a Pedra do Machadão no momento de minha decolagem. Apesar de eu ter passado longe delas, se assustaram e se atiraram ao chão.

The nuns from a convent in the city of Paraisópolis, MG, were coming up Machadão stone in the same time of my departure. Although I passed away from them, they frightened and jumped to the ground.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Una Nación rehén a un hombre – A Nation Hostage to a Man: Eurovegas

Uma Nação Refém de um Homem – Eurovegas
Conheça o homem: Sheldon Adelson, multimilionário americano, dono de cassinos e casas noturnas tanto em Las Vegas como em outros países no mundo.


Meet the man, Sheldon Adelson, American billionaire, who owns both casinos and nightclubs in Las Vegas as in other countries in the world.


Conozca al hombre, Sheldon Adelson, el multimillonario norteamericano, dueño de casinos y clubes nocturnos de Las Vegas como en otros países del mundo.
Conheça a Nação: Espanha, com índice de desemprego altíssimo, gastos públicos astronômicos e a beira da falência.


Meet the Nation: Spain, with very high unemployment, an astronomical public spending and at verge of bankruptcy.


Conoce a la Nación: España, con un desempleo muy alto, el gastopublico muy alto y al punto de la quiebra.
Conheça a proposta: A construção de uma “cidade do pecado” em território europeu, mais especificamente na Espanha, perto de Madrid ou de Barcelona.


Meet the proposal: Construction of a "sin city" within Europe, specifically in Spain, near Madrid or Barcelona.


Conozca la propuesta: Construcción de una "ciudad del pecado" en Europa, concretamente en España, cerca de Madrid o Barcelona.
Conheça as condições impostas: a Espanha deve abrir mão de diversos direitos trabalhistas previstos em lei, deve permitir a entrada de menores de idade nos estabelecimentos e o uso de cigarros em recintos fechados, entre outras tantas exigências.


Meet the conditions imposed: Spain must give up many employment rights provided by law, must allow the entry of minors in establishments and smoking in indoor spaces, among other requirements.


Conozca las condiciones impuestas: España debe renunciar a muchos derechos laborales previstos en la ley, debe permitir el ingreso de menores de edad en los establecimientos y de fumar en espacios cerrados, entre otros requisitos.
Com certeza, este homem já entrou pra história (como tantos outros que não tem espaço aqui em meu blog).


Surely, this man has got to the story (like so many others who do not have space here in my blog).


Sin duda, este hombre tiene a la historia (como tantos otros que no tienen espacio aquí en mi blog).
Agora só resta aguardar pra ver quem é mais forte...


Now it only remains to wait to see who is stronger ...


Ahora sólo queda esperar a ver quién es más fuerte ...
http://br.noticias.yahoo.com/constru%C3%A7%C3%A3o-euro-vegas-divide-popula%C3%A7%C3%A3o-espanha-224534326.html;_ylt=AlAivsalOkb7SgC6Gv0Kg4AIs8B_;_ylu=X3oDMTNrNHQ1dWhlBG1pdAMEcGtnAzlkNmZmY2IwLWVhYjAtMzA1YS05NGJiLTY2NDU1Yzg1MDJlNwRwb3MDOQRzZWMDTWVkaWFCTGlzdE1peGVkTFBDQQR2ZXIDYmQ0YmMyZTAtNTUwMi0xMWUxLTlmZGYtYWVhYzEyZWNlNWZh;_ylv=3


http://news.kyero.com/2011/02/23/e15-billion-euro-vegas-planned-for-spain/

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

domingo, 1 de janeiro de 2012

O Valioso Tempo dos Maduros


         The Valuable Time of Mature (Free translation).
                Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para a frente do que já vivi até agora.

                I counted my years and discovered that I have less time to live here now, that I lived until now…

                Tenho muito mais passado do que futuro.

                I have more past than future.
                Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de cerejas.

                I feel like the boy who received a bowl of cherries.
                As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.

                The first, he ate casually, but when he realized that he still had a few, began gnawing the pit.
                Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.

                I have no time to deal with mediocrity anymore.
                Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflamados.

                Don't want to be in meetings where inflamed egos parade.
                Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.

                Restless me with envious trying to destroy whom they admire, coveting their seats, talent and luck.
                Já não tenho tempo para conversas intermináveis, para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.

                I do not have time for endless conversations, to discuss useless mathers about the lives of others that are not part of mine.
                Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturos.

                I do not have time to manage people resented that, despite their chronological age, are immature.
                Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário-geral do coral.

                I hate confrontation of enemies who fought for the majestic post of secretary-general of the choir.
                'As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos'.
                Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa...

                "People do not discuss content, just the labels'.
                My time has become scarce to discuss labels, I want the essence, my soul is in a hurry ...
                Sem muitas cerejas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade,

                Without a lot of cherries in the bowl, I want to live next to more human people, very human; that know how to laugh at their stumbles, do not get mesmerized by triumphs, people that don’t  consider elected before the hour, not flee their mortality,
                Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade,

                Walk close to real things and people,
                O essencial faz a vida valer a pena.

                The key makes life worthwhile.
                E para mim, basta o essencial!

                And for me, just the essentials!
                Mario de Andrade.



- Obs: isto é apenas um lembrete para 2012.
- Note: this is just a reminder for 2012.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Férias em Paraisópolis em dez. 2011 – (Vacations at Paraisopolis, dez 2011) – Part 1


                No dia 17 de dezembro – sábado – subimos eu, o Areia, a Elis, Thiago, Lucas, Nathan e João ao Machadão.

                On December 17 - Saturday - We went up to Machadão Peak: Me,  Areia, Elis, Thiago, Lucas, Nathan and João.


                Eu decolei primeiro, às 10:55’ (horário de verão). Incrível, mas já havia térmicas que me sustentaram por 48 minutos sobre a área de decolagem.

                I first took off at 10:55 '(DST). Incredible, but there were already thermals that sustained me for 48 minutes over the launch area.
                Na sequência decolaram o Geninho (Areia) em vôo duplo com o João, a Elisângela com sua glider amarela, o Lucas Messias e finalmente o Thiago Messias com sua asa delta.

                Following me on the take off came Geninho (Areia) in tandem flight with João, Elisângela with her yellow glider, and finally the brothers Lucas Messias with his glider and Thiago Messias with his hang glider.

                Areia e João pousaram na Colônia. Eu pousei num pasto no meio do caminho. A Elis fez um cross e deixou todo mundo pra traz, enquanto o Lucas pousou na área de lazer de Paraisópolis e o Thiago com sua asa delta na “Fazenda da Santa”, que tem um pasto magnífico, mas um administrador zangado que não quer saber de ninguém pousando por lá.

                Areia and João landed at Colônia (Cologne). I landed on the pasture along the way. Elis had a cross and left everyone behind, while Lucas landed in the municipal recreational area and Thiago with his hang glider landed in "Holy Mother farm", which has a beautiful pasture, but an angry administrator that doesn’t want anyone landing there.
                Fizemos a segunda subida e de nossa turma, somente o Thiago decolou novamente com sua asa delta, e de novo pousou no pasto da “Fazenda da Santa”, o que provocou a ira do administrador, e este, numa atitude nada desportiva, chamou a polícia. Ora, o que a polícia faria diante de um pouso de emergência de nosso amigo naquele pasto?

                We rise again and only Thiago, from our party, took off again with his hang glider, and again landed on the " Holy Mother farm", which drew the ire of the administrator, and him, in an unsportsmanlike, called for the police. But, what would the police do in a case of an "emergency" landing of Thiago with his hang glider in that big pasture?
                Em fim: Foi um dia maravilhoso que ficará guardado pelo resto de nossas vidas em nossa memória e nos registros fotográficos aqui mostrados.

                In short: It was a wonderful day that will be saved for the rest of our lives in our memory and photographic records shown here.
                A continuar… To be continued…

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Como vivemos nas grandes cidades (As we live in big cities)


                Desde minha adolescência faço observações sobre o comportamento das pessoas tanto nas cidades pequenas como nas grandes cidades. Sempre me surpreendia, quando ia a São Paulo, com a indiferença das pessoas com mendigos, assaltos a luz do dia, atropelamentos, etc...

                Since my teenage I observed the behavior of people in small towns and large cities. I was always surprised when I went to São Paulo, with the indifference of people with beggars, daylight robberies, run over pedestrians, etc…
                Como cada vez mais nossa sociedade se torna urbana e vive em cidades cada vez maiores, procurei saber mais sobre esta diferença de comportamento, e soube que este assunto já foi estudado antes. Vejam:

                As our society increasingly becomes urban and live in bigger cities, wanted to know more about this difference in behavior, and knew that this subject has been studied before. Look:
                Georg Simmel – Sociólogo alemão nascido em 1858:

                Georg Simmel – German sociologist born in 1858:
                Em grandes cidades ocorre a saturação de estímulos sensoriais, o que faz com que as pessoas criem uma espécie de carapaça protetora, como um mecanismo protetor, e como conseqüência o indivíduo se torna indiferente a tudo aquilo que o rodeia e parece ameaçá-lo ou agredi-lo. Como conseqüência disto, o nível de solidariedade e sensibilidade para com o próximo também reduz. Por tanto, eis o desafio. Nos tornamos cada vez mais insensíveis.

                In large cities occurs the saturation of sensory stimuli, which causes people to create a sort of protective shell, as a protective mechanism, and consequently the individual is indifferent to everything that surrounds him and when it seems to threaten or strike it. As a consequence, the level of solidarity and sensitivity toward others also reduces. Therefore, it is the challenge. We have become increasingly insensitive.
                Marc Augé – Etnólogo francês nascido em 1935:

                Marc Augé - French ethnologist born in 1935:
                Ele conceitua LUGAR como um espaço onde se exerce uma convivência descontraída, enriquecedora e onde ocorrem intercâmbios construtivos de idéias e sensibilidades. Em contrapartida, NÃO-LUGAR é o espaço onde, por determinadas razões, ocorrem a restrição desta liberdade e descontração, tornando-se não acolhedor.

                He conceptualizes PLACE as a space where it has a relaxed living, where there are rich and constructive exchanges of ideas and sensibilities. In contrast, NON-PLACE is the space where, for certain reasons, there are the restriction of that freedom and relaxation, making it not welcoming.
                Um exemplo de LUGAR seria um espaço público onde o indivíduo realiza intercâmbios culturais, exerce a criatividade de forma positiva. Um exemplo de NÃO-LUGAR é quando ocorrem estímulos excessivos, o que faz com que o indivíduo crie a tal da “carapaça protetora” e sua capacidade de ser receptivo e criativo se torna reduzida (vide Georg Simmel).

                An example of PLACE  would be a public space where the individual conducts cultural exchanges, carries out the creativity in a positive way. An example of NON-PLACE is when there is excessive stimulation, which causes the individual to create that the "protective shell" and its ability to be receptive and creative becomes reduced (see Georg Simmel).
                Vejamos então o que nos ocorre todos os dias. Saímos de nosso lar – um LUGAR – e pegamos um trânsito em nossos carros – vias públicas = NÃO-LUGAR – para irmos a algum lugar que pode ser considerado um LUGAR ou não.

                Let us see what happens to us every day. We left our home – a PLACE - and we take our cars in transit - public roads = NON-PLACE - to go somewhere that can be considered a PLACE or not.
                Disto nos resta refletir sobre se de fato o que temos em nosso lar pode ser considerado um LUGAR, pois nem todos podem fazer a mesma afirmação – pessoas que moram em cortiços e favelas, por exemplo – e o quanto, na medida em que vestimos nossa “carapaça protetora” para enfrentar o dia a dia fora de nosso lar ou do clube no final de semana, não estamos nos tornando cada vez mais insensíveis e menos solidários com nossos semelhantes.

                It remains for us to reflect on whether in fact what we have in our homes can be considered a PLACE, because not everyone can make the same claim - people living in slums and shanty towns, for example - and how, as we wear our "protective shell " to the everyday routine out of our home or the weekend club, we are not becoming more callous and less solidarity with the people in need.